4 de ago de 2008

why so religious?

Se você é designer, dificilmente começa por cima, inicia a vida profissional pelas rebarbas da sociedade, ou seja, tenta ganhar seu dinheiro... e por minha experiência profissional notei algo realmente válido, empresas religiosas geralmente são menores...hahaha
Mais antes que algumas pessoas me insultem, cuspam na minha cara e me mandem para o inferno, vou tentar explicar..haha
Como falei antes, na rebarba da vida, você tem que se deparar com os mais estereotipados clientes da sua vida, o goldfinger (que dedilha a sua arte), o sobrinho do tio do dono que mexe no Córeu, o fanático religioso dentre muitos outros.. No causo de hoje, vamos falar do fanático:

O fanático, é o sujeito que respeita as leis divinas, como "Amar a deus sobre todas as coisas", mais de uma maneira exagerada, digna de um dependente químico.. ele coloca adesivos Jesus salva até no espelho do banheiro, imagina então sua atitude quanto a fachada do seu empreendimento... Pode ser uma loja de livros, uma lanchonete e até mesmo um puteiro.. os caras conseguem colocar alguma coisa religiosa, já tive até mesmo que por um salmo numa logo.. isso não é legal.. hahaha
Sua origem é desconhecida, mais já encontraram fósseis no Chapada da Terra Santa, perto de Tangamandápio..
A única profilaxia para esta maleficência é a amputação imediata da sua carta de clientes...
Veja abaixo uns bons exemplos:


Em breve mais um capítulo sobre os males do Design...

Nenhum comentário: