20 de fev de 2009

Só para constar.

Recebi hoje encomenda para um "bunner" e um "fly", e a logo veio em word.
Ó "desing" cruel...

12 de fev de 2009

Gestalt do Micreiro.

Micreiro faz "rough"? Micreiro tem "brainstorm"? Micreiro projeta?
Apesar de todas das respostas acima serem negativas, temos no processo de criação do micreiro uma incrível ementa a ser estudada.
Então fiquei dias e mais dias observando tal raça, afim de entender o porque que todos os micreiros tem um processo criativo muito parecido, todos, enquanto nós designers temos a capacidade de criar coisas diferentes de outros colegas de profissão.
Entenda aqui um pouco da Gestalt do Micreiro.
O Branco
O branco é a total ausência de cores sobre uma superfície ou em alguma mídia, o branco simboliza a paz, limpeza.
Para o micreiro o branco simboliza "vamos encher de algo", para  ele o branco não tem vez no mundo, o que é branco, deve ser exterminado.
Quanto menos branco melhor, a cobertura deve ser total ao ponto de não haver mais branco. Enche-se o branco com fotos com 72dpi, brushes do deviant.art, fontes cafonas e muito texto.
Para clientes micreiros, o branco é igual a perda de dinheiro, pois tal está pagando e sendo assim a área branca deve ser coberta por completa para fazer juz ao dinheiro usado.

O Degradê
A origem do degradê vem da física. O degradê é um vetor, que através de uma equação este mesmo oscila a quantidade de cores aplicada a tal.
Para o micreiro, o degradê é a saída para não se usar uma única cor.
"Porque colocar uma cor, se podemos colocar duas, três, mais de uma vez"?
O degradê hoje se usado corretamente para seguir os padrões Web 2.0, é bem vindo, mas infelizmente a micreiragem acha que Web 2.0, é algum carro lançado pela Hebe Camargo.

A Mistura Interativa, ou Blend
Pelo incrível que pareça, tal ferramenta surgiu para produzir degradês de pobre, em outras palavras, degradês que tinham que ter uma quantidade de cor certa.
E o mais fantástico é que é a base para animação em flash.
O micreiro adora o blend, principalmente quando quer dar movimento no papel como se usasse o flash alí! Uau, transformar uma forma em outra na frente da pessoa em um folder é demais! Pura interatividade!
A ferramenta é muito utilizada pelo micreiro para a criação de efeitos psicodélicos, pois, o micreiro tem em mente que design é pura psicodelia. Urú!
A Comic Sans
A fonte criada em 1994 por Vicente Connare foi feita especialmente para o Microsoft Bob, uma interface bonitinha para o Windows da época, o Bob fracassou, e a Comic Sans reinou.
Vicente diz que quando viu o Bob, que era lotado de personagens cartoons, viu que os balões eram escritos com Times New Roman que não combinavam com as cenas, pudera, a Comic Sans surgiu como um mix de fontes de quadrinhos.
O micreiro, usa a Comic Sans em tudo, porque não é uma fonte muito quadrada nem muito cursiva, nem muito mole, nem muito dura,ou seja, "pra que colocar uma fonte se posso colocar uma que se parece com duas".

A Inclinação
Para o micreiro, design é anarquia, radical, urúlll!
Pudera, para sair dos eixos (literamente) o micreiro tende a inclinar tudo, letras, formas, etc. Saindo do padrão, dando um visual pra lá de único.

A Sombra Analógica
A sombra analógica é resultado de tudo cidado acima, quando o micreiro percebe que não consegue distinguir letras de fundo, duplica-se as letras, colore de preto e finalmente cria uma sombra que dá leitura ao que não se via anteriormente. O uso é fantástico e dá um visual que beira o 3D, fazendo-que a letra salte da mídia! WOW!

É isso, espero que você tenha entendido como a Gestalt do Micreiro é regida, e como fazer bom uso dela nas suas criações.

Postagem em homenagem ao Daniel de Rib. Preto-SP, que adora um micreiro!

11 de fev de 2009

Equanto isso, nasce um bairro em Curitiba..



ás vezes, imagens não precisam de comentários...


eu vo...

COMO ENLOUQUECER UM DIRETOR DE ARTE EM 8 PASSOS



1- Microsoft Office
Quando você tiver que mandar um documento para um designer gráfico, certifique-se que ele foi feito com algum programa do Office. Versão PC se possível. Se você tiver que mandar figuras, você terá mais chances de enlouquecê-lo; ao invés de apenas mandar um jpeg ou um raw de câmera digital, insira as figuras em um arquivo de Office como o Word ou Powerpoint.
Não se esqueça de baixar a resolução para menos que 72 dpi, assim eles terão que contatar você novamente para pedir uma versão com a qualidade melhor. Quando você mandar a versão "melhor", certifique-se que o tamanho seja no mínimo 50% menor. E se você estiver enviando as figuras por e-mail, esqueça de anexá-los de vez em quando.

2- Fontes
Se o D.A. escolher Helvetica, peça Arial. Se ele escolher Arial, peça Comic Sans. Se ele escolher Comic Sans, ele já está 50% doido, então seu trabalho está 50% pronto

3- Quanto mais melhor
Suponhamos que você precise de uma arte para um jornal. Diretores de Arte vão sempre tentar deixar espaços em branco em qualquer lugar. Margens largas, o alinhamento, o kerning do texto, etc. Eles vão dizer que eles fazem isso para facilitar a leitura e manter um visual limpo e profissional. Mas não acredite destas mentiras. Eles fazem isso para deixar o documento ainda maior, com mais páginas, e isto lhe dará mais prejuízos com a gráfica. Por que eles fazem isso? Porque diretores de arte odeiam você. Eles também comem bebês. Sem cozinhar, carne de bebê crua.
Então certifique-se de lhes pedir para colocar margens menores e um texto muito pequeno. Diferentes tipos de fonte também são uma boa pedida (e você ganha bonus se pedir Comic Sans, Arial ou Sand). Peça clipart. Peça muitas figuras (se você não sabe como mandá-las, veja o item 1). Eles vão tentar argumentar e defender as escolhas deles mas não se preocupe, no final, o cliente está sempre certo e eles irão acatar todos os seus pedidos.

4- Logos
Se você tiver que mandar um logo de um projeto particular para um D.A., de um patrocinador ou parceiro por exemplo, certifique-se de que ele seja realmente pequeno e um gif ou jpeg de baixa resolução. Novamente, você ganha pontos se inseri-lo em um documento Word antes de mandá-lo. Agora você deve estar pensando que isto tenha sido suficiente mas se você quiser mesmo abalar a estabilidade mental de um diretor de arte, dê o seu melhor e mande uma versão do logo com um fundo que dificulte o seu recorte. Fundos pretos ou brancos devem ser evitados, já que são facilmente cortados com um layer style mais escuro ou mais claro no photoshop. Uma vez que o D.A. estiver trabalhando em um logo bitmap, diga-lhe que você precisa dele maior.
Se você precisa de um logo customizado, faça os seus próprios rascunhos em um guardanapo. Ou melhor ainda, deixe seu filho de 9 anos desenhar isso. Seu rascunho não pode demorar mais que 5 minutos para ficar pronto. Você não quer algo detalhado e fácil de ser entedido, porque quanto menos um D.A. o que você quer, mais mudanças ele terá que fazer no futuro. Nunca aceite o primeiro logo. Nunca aceite o nono, faça-o fazer várias mudanças, cores, fontes e clipart. Peça-lhe para adicionar uma foto no logo. Cantos. Gradientes. Comic Sans. E quando ele estiver em sua décima tentativa, diga-lhe que você gostou mais da segunda. Eu sei, isso é cruel, mas lembre-se: diretores de arte são a causa do câncer de mama entre as mulheres de meia-idade.

5- Escolhendo suas palavras
Quando estiver descrevendo o que você quer para um "arteiro", certifique-se de usar termos que realmente não signifiquem nada. Termos como "jazz it up a bit" ou "poderia tornar isso mais webístico?". "Eu gostaria de um design bonito" ou "Eu prefiro gráficos legais, gráficos que, você sabe, quando você os vê você diz: esses são gráficos legais." são outras opções. Não se sinta mal com isso, você fez a coisa certa. De fato, é a sua obrigação porque todos nós sabemos que em noites de lua cheia, os D.As se transformam em lobisomens.

6- Cores
A melhor maneira para escolher as cores (porque você não quer deixar o "artista" escolher) é escrevê-las randomicamente em pedaços de papel, colocá-los em um chapéu e sorteá-las. O diretor de arte irá sugerir que você fique com 2 ou 3 cores no máximo, mas não. Escolha quantas cores você quiser e certifique-se de fazer o sorteio no chapéu na frente dele. Enquanto fizer isso, cante uma música bem chata.

7- Prazos
Quando for a sua vez de aprovar o layout, relaxe. Não há pressa. Espere dois dias. Mais seis. Conforme o fim do prazo for chegando, contate o D.A. com mais correções e mudanças que ele tenha tempo para fazer. Afinal, os "dêretores" são responsáveis pelos ataques do PCC e do 11 de setembro.

8- Acabe com ele
Depois de aplicar todos os itens desta lista em sua vítima, faz parte da natureza humana (embora alguns irão argumentar se eles são humanos ou não) ficar um pouco inseguro. Conforme ele for percebendo que não pode satisfazer suas necessidades, o diretor de arte irá abandonar todas as suas esperanças de vencer uma discussão e irá fazer só o que você disser para ele fazer, sem questionar. Você quer aquilo em roxo? Então é roxo. Seis fontes diferentes? Claro!
Nesta altura dos fatos, você deve estar pensando que venceu, mas não se esqueça do seu objetivo: ele tem que desistir desse negócio. Então esteja pronto para o golpe final: Quando estiver em suas decisões finais sobre cores, formas, fontes, etc, diga-lhe que está desapontado com a falta de iniciativa dele. Diga-lhe que afinal de contas, ele é o DIRETOR DE ARTE e que ele deveria ser o cara que coloca sua experiência e seu talento no trabalho, não você. Que você estava esperando mais soluções e avisos sobre o layout dele.
Diga-lhe que você está farto desta falta de criatividade e que era melhor você mesmo fazer o seus layouts no publisher ao invés de pagar por seus serviços. E aí está. Você deve ter um diretor de arte imobilizado em uma camisa de força em pouco tempo!

FIM... pra mim pelo menos.. hahaha

3 de fev de 2009

O poder atemporal do mkt

Acredito que independente da idade, qualquer um se lembra da boneca possuida Lú Patinadora da Estrela. Essa, em vez de inofencivas bolinhas de sabão, vinha pronta pra guerra com capacete e um ágil patins!

Eu quando bebê nos meus 3 anos morria de medo da Lú Patinadora da minha prima...quando meu tio ligava seu botão "encapetada-on" eu chorava.

Mas toda essa historia nao faria sentido algum se nao pudesse vir anexada a um belo exemplo de como o marketing atravassa as barreiras do tempo e mantem a chama do ódio acesa em nossos corações, a mulecada do video abaixo nao tem idade pra ter visto o vídeo da Estrela sendo veiculado nos intervalos do Serginho Malandro no SBT, mas tem o mesmo odio que eu, ficando com esta musica medonha gravada em seu subconsciente!


Obrigado vocês realizaram meu sonho!

Comi uma vez, depois disso resolvi fazer Design..



Dizem que em vez de salmoura, o palmito é curtido no clorofórmio...
Na dúvida comprei 3 caixas, hahaha

Ué! Você não trabalha com chocolate?



Quem diria que um dia iriamos ver o magnata do chocolate tentando vender pizza... Ééé, a crise financeira tá foda, mermão... Se continuar assim, em breve veremos o velha da Quaker fazendo tapioca na paulista e o Uncle Beans fazendo ponta de pedreiro. Haha

2 de fev de 2009

Perguntar Não Ofende - Episódio 2

Pra quem não conhece, clique aqui
Bem, nossa mais nova vítima é o vendedor Arte Lojas Virtuais Logomarcas no Mercado Livre.
Note o charrrme da "logomarca" dele clicando aqui.

É..começamos bem. Diferente da nossa antiga vítima, este parecia mais direto e sem rodeios, a cada resposta ele dava um paste numa maldita frase de auto-divulgação do sujeito! "Nossa meta, é seu sucesso"...o dele não né? ehauhaus, tou com medo de ele me ofuscar!
Usei a mesma temática da versão anterior, sou dono de empresa e preciso de uma marca para adesivar uma frota.
Mais uma vez pergunto do registro da marca, ele joga tudo completamente pra mim, pelo visto registro não é com ele.
Outra é quando pergunto da fonte, ele diz que são fontes modificadas por ele mesmo.
O foda é que as vendas destes sujeitos  aumentam a cada dia, e muito.
Ficarei feliz o dia que inventarem um dispositivo capaz de desferir tapas na cara de quem está do outro lado do monitor.